0

Joana Marcelino

Casa Matias Alves . Menorca

Moradia triplex  em Leiria do atelier de arquitetura Joana Marce

Joana Marcelino Studio . photos: © Ivo Tavares Studio

This is the rehabilitation and expansion of a building in the historic center of Leiria for two- family housing. The total recovery of the existing façade is based on a very common language of the city of Leiria, with the openings in bordeaux and white colors, surrounded by stonework. The vertical extension that marks the new phase in construction, is surrounded by a white wooden slat. The intersection of both architectural moments dictates the uniqueness of this project.

 

From a gable roof, on the rear elevation, there is a glazing that follows the slope of the roof, and which marks the interior of the space with unique natural light transposing the city into the interior of the house and giving the feeling of outer space .
Inside, architecture materializes the experience of this family, positively influencing the day-to-day and family behaviors.
“In all the spaces that I design, I want each of them to have its own identity.” Architect Joana Marcelino

The staircase, in the first section, solid in pine wood leads to the common and familiar area. The simplicity of this space takes shape with the architectural lightness of the second flight of stairs positioned in the center, differentiating the kitchen and living space. However, the composition of the staircase, the iron guards that suspend it, manages to unify and mark a transparency between both spaces at the same time.
The upper floor, composed of private areas (bedrooms), welcomes us with a double height area, accompanied by the glazing that folds on the roof, conveying a spatial sense of verticality and projection over the city. The mezzanine, composed of an office and leisure area, conveys a visual depth achieved by the wooden structure in sight, which accompanies the roof and which surrounds the openings. From this two skylights are born with a privileged view, directly over the castle of the city of Leiria.
The soul of the space is born from the harmony of the project between the existing, the rehabilitation and the expansion and uniformity between the materials used, combining the various shades and textures.
The materialization of the space contributes to the family atmosphere, which affirms calm in the city, in an extremely architectural environment full of light.
_

Nome do Projeto/Project Name: Casa Matias Alves
Escritório/Office: Joana Marcelino Studio Arquiteto responsável/Architect: Joana Marcelino

Localização/Location: Leiria, Portugal
Ano/Year: 2017
Área total construída (m2): 180m2
Cliente/Client: Privado/Private

Fotógrafo: Ivo Tavares Studio

 

Trata-se da reabilitação e ampliação de um edifício devoluto no centro histórico de Leiria para habitação bifamiliar. A recuperação total da fachada existente assenta numa linguagem bastante comum da cidade de Leiria, com os vãos ás cores bordeaux e branco, envoltos por uma cantaria em pedra. A ampliação vertical que marca a nova fase na construção , é envolvida por um ripado em madeira á cor branca. O cruzamento de ambos os momentos arquitectónicos ditam a singularidade deste projeto.

De uma cobertura de duas águas, surge, no alçado tardoz, um envidraçado que acompanha a inclinação da cobertura, e que marca o interior do espaço com jogos de luz natural únicos transpondo a cidade para o interior da casa e dando a sensação de espaço exterior.
Interiormente a arquitetura materializa a vivência desta familia, influenciando, de forma positiva, o dia-a-dia e os comportamentos da família.
“Em todos os espaços que desenho, quero que exista em cada um deles uma identidade muito própria.” Arquiteta Joana Marcelino

A escada, no primeiro lanço, sólida em madeira de pinho conduz à área comum e familiar. A simplicidade deste espaço ganha forma com a leveza arquitetónica do segundo lanço da escada posicionada ao centro, diferenciando o espaço cozinha e sala. Contudo, a composição da escada, as guardas em ferro que a suspendem, consegue ao mesmo tempo unificar e marcar uma transparência entre ambos os espaços.
O piso superior, composto pelas áreas privadas (quartos), recebe-nos com uma zona de duplo pé direito, acompanhada do envidraçado que dobra na cobertura, transmitindo uma sensação espacial de verticalidade e projeção sobre a cidade. A mezanine, composta por uma zona de escritório e lazer, transmite uma profundidade visual conseguida pela estrutura

em madeira à vista, que acompanha a cobertura e que contorna os vãos. Desta nascem duas clarabóias com vista privilegiada, directa sobre o castelo da cidade de Leiria.
A alma do espaço nasce da harmonia do projecto entre o existente, a reabilitação e a ampliação e uniformidade entre os materiais utilizados, conjugando-se as várias tonalidades e texturas.
A materialização do espaço contribui para a atmosfera familiar, que afirma a calma na cidade, num ambiente extremamente arquitectónico cheio de luz.